---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeito e secretários participam da Marcha dos Prefeitos e buscam recursos em Brasília

Publicado em 12/04/2019 às 17:30 - Atualizado em 12/04/2019 às 17:33

O prefeito Oscar Gutz, o secretário de Gabinete Luis Fernando Agustini e o secretário de Planejamento Lenon Damazio estiveram em Brasília de segunda (8) a quinta-feira (11), participando da XXII Marcha na Defesa dos Municípios e visitando ministérios e gabinetes dos deputados e senadores.

A Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), é o maior evento municipalista da América Latina. O objetivo é envolver os líderes locais em torno dos principais interesses dos municípios e buscar apoio junto aos três poderes, em especial o Congresso Nacional.

Durante o evento, foram discutidas questões que influenciam o dia a dia dos municípios e apresentadas as reivindicações do movimento municipalista. “Este evento é uma oportunidade para tratarmos de pautas dos municípios e reajustes em programas federais, principalmente em áreas prioritárias, como saúde, segurança e educação. Prefeitos de todo o país ganham força e mais representatividade em suas reivindicações”, explica o prefeito Oscar.

A comitiva de Pouso Redondo aproveitou a oportunidade para visitar ministérios e os gabinetes de todos os deputados federais e senadores de Santa Catarina. “Fizemos solicitações para todos os deputados. A gente não olha se é de um lado ou de outro. O importante é que venha recursos para Pouso Redondo”, diz o prefeito.

Oscar, Luis e Lenon ficaram felizes com a boa recepção dos parlamentares. “Tem bastante gente nova na Câmara que se mostrou bastante interessada em ajudar. Estamos otimistas”, fala o secretário de Gabinete.

Lenon comentou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, o surpreendeu positivamente. “Com um discurso bastante municipalista, Guedes disse que os estados e municípios iniciam suas gestões com o tanque vazio e levam dois anos para conseguir chegar a meio tanque. Ele afirmou que o Governo Federal irá alimentar o Estado para iniciar já em meio tanque, dessa forma, o Governo Estadual pode atender de imediato as necessidades dos municípios”, conta o secretário de Planejamento.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar